Aromas de flores no vinho.

Aromas de flores no vinho, eu sei que você já escutou sobre isso e que ficou confuso com a informação.

É normal quando começamos a tomar vinhos não identificarmos os aromas, afinal, ninguém nasce um degustador.

Felizmente podemos treinar e melhorar. E o mais importante é provar e estimular o cérebro a construir novas memórias olfativas que por consequência vão ajudar.

Para mim, é no aroma que vive o encanto do vinho. Sempre foi minha parte preferida buscar aromas e reencontrar lembranças olfativas que trazem a saudade de bons momentos.

Assim como no vinho, gosto do cheiro dos óleos essenciais, de velas aromáticas, de home sprays e especialmente das flores que trazem vida e cor ao meu mundo.

Aromas limpam energias, trazem sensação de paz, tranquilidade e bem-estar e uma taça de vinho pode reconectar com a natureza numa viagem relaxante.

Os aromas de flores, frutas, ervas, especiarias e pedras são chamados de primários e surgem da própria uva ou da fermentação.

Para facilitar o entendimento sobre os aromas de flores no vinho, vou fazer uma lista de uvas mais características.

Por exemplo, nas uvas brancas, a Sauvignon Blanc pode apresentar notas florais de camomila e jasmin, além de notas herbáceas. A Torrontés, extremamente aromática, tem notas de lírio, de rosa, de jasmin.

A Gewurztraminer apresenta aromas de rosa, gerânio, flor de laranjeira. E na Moscatel as principais notas são de rosas e jasmin.

Nas uvas tintas a Nebbiolo é bem perfumada com rosas. A Petit Verdot tem notas de lavanda, violeta e gerânio. A violeta é também muito encontrada na Malbec e nos vinhos de Sangiovese, que além da violeta apresentam notas de rosas.

E você, já sentiu algum aroma de flor no vinho? Se sim, qual é o seu preferido? Quero saber!

Por Ana Carla Wingert de Moraes

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *