Vinho aumenta o desejo sexual.

O consumo moderado de vinho aumenta o desejo sexual, além de prevenir doenças cardiovasculares e reduzir o risco de Alzheimer.

Na hora de um encontro é quase impossível não pensar em uma boa garrafa de vinho. Sem dúvidas é a bebida mais propícia para criar um clima romântico e intimista.

Não bastasse isto, a ciência comprovou que o vinho é naturalmente afrodisíaco e pode estimular o desejo sexual, tanto em homens como em mulheres.

Inicialmente, os polifenóis do vinho provocam uma intensa sensação de bem-estar, além de estimular o comportamento desinibido. Já na hora de abrir a garrafa e fazer o primeiro brinde o clima de sedução surge naturalmente.

De outro lado, um estudo realizado em Florência, na Itália, comprovou que a ingestão de até duas taças por dia aumenta o desejo sexual das mulheres e, embora a pesquisa tenha se baseado apenas em vinhos tintos, não descartou os brancos e espumantes.

Por fim, na Finlândia foi constatado que o vinho aumenta a concentração de hormônios na corrente sanguínea, em especial a testosterona, grande influenciadora do desejo sexual.

Ainda, vale relembrar que os benefícios da ingestão regular e moderada de vinhos para o sistema cardiovascular são incontestes e que um dos efeitos do vinho é justamente aumentar o fluxo sanguíneo, o que também estimula a libido.

Enquanto os homens são beneficiados no momento da ereção, mulheres experimentam o aumento da sensibilidade em zonas erógenas após o consumo do vinho.

Ou seja, os motivos para apreciar um bom vinho só aumentam e vão para mais da simples ingestão de bebidas alcoólicas.

Contudo, este hábito não substitui o uso de medicamentos e vale sempre afirmar que o consumo desordenado de álcool pode causar dependência e aumentar o risco de outras doenças e acidentes.

Aprecie com moderação.

Por Ana Carla Wingert de Moraes

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *